Início » Ao decolar de Guarulhos, piloto avisa que viu aves mortas; veja como foram os procedimentos
Brasil

Ao decolar de Guarulhos, piloto avisa que viu aves mortas; veja como foram os procedimentos

As câmeras ao vivo que mostram o movimento de aviões em aeroportos do Brasil seguem gerando interessante vídeos da rotina da aviação e dos procedimentos de segurança adotados em situações específicas.

A todos que gostam de acompanhar as ocorrências que impactam as operações comuns, um dos mais recentes vídeos publicados pelo canal “SBGR Live” no YouTube apresenta todos os procedimentos adotados por conta da presença de aves mortas na pista de decolagem do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos.

Como visto no vídeo acima, um avião Airbus A320neo da colombiana Avianca decolou de Guarulhos no final da tarde da última segunda-feira, dia 8 de agosto, e logo após o início da subida, um dos pilotos avisou ao controlador de tráfego aéreo que foram avistadas duas aves mortas na pista na região de onde foi feito o “rotate”, ou seja, onde a aeronave levantou seu nariz para sair do solo.

“Parece que alguém sofreu um bird strike”, comenta o piloto, para deixar claro que os animais já estavam na pista devido a um incidente de colisão com ave de alguma decolagem anterior.

Na verdade, observando o início do vídeo em uma tela grande (talvez em dispositivos móveis fique um pouco difícil de ver), já era possível ver os corpos das aves no meio da pista, próximos à linha de centro, assim como mais uma ave junto às duas mortas, que voa um pouco antes da passagem do Airbus A320neo.

O aviso do piloto da Avianca já demonstra o primeiro passo do procedimento padrão de segurança da aviação, já que, diante do risco pela existência de algo estranho na pista, se prontificou a alertar o controlador de tráfego aéreo.

Na sequência, como mais um passo para garantia da segurança, o controlador de tráfego, que suspenderia as decolagens na pista e solicitaria uma limpeza, mas que já havia dado autorização para a próxima decolagem, de um avião Airbus A320 da Latam, perguntou aos pilotos deste jato se eles já haviam iniciado o procedimento de decolagem.

Neste ponto, mais uma vez é notada a preocupação com a segurança de voo, já que um dos pilotos da Latam respondeu ao controlador que eles ouviram o aviso de aves na pista, dado pelo piloto da Avianca, e não iniciaram a decolagem.

O controlador então informa que vai solicitar a viatura de serviços de solo para a retirada das aves, e daí em diante a gravação mostra o veículo chegando, efetuando a limpeza da pista e liberando-a para a retomada das decolagens, após cerca de 6 minutos desde a parada.